quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Potencial

Hoje descobri que a pior coisa de que podem xingar você é de POTENCIAL.
Até ontem achava que quando falavam "essa menina tem um potencial..." era o melhor elogio que eu poderia receber.
Até que ouvi alguém dizer que ter potencial, é ter chances futuras de fazer algo e ainda não estar fazendo.
É poder fazer tudo e não estar fazendo nada.
É ter todas as oportunidades possíveis e imagináveis de chegar ao pedestal sonhado e ainda estar pensando em amarrar os cadarços para o primeiro degrau.
Descobri que ter potencial é ser mais um idiota que não age. Descobri que ter potencial é algo tão comum como mascar chiclete se eu não tiver atitude.
Sempre gostei das teorias, das filosofias, das complexidades, das palavras bonitas e profundas, dos sonhos que dão frio na barriga de tão bons que são... Contudo agora, já não me são suficientes.
Já cansei de complicar os detalhes simples!
Ontem aprendi que tudo que eu sei não tem valor algum.
Ontem eu vi que era um potencial. Ontem eu vi que era completamente enrolada em todas as áreas da minha vida.
Me achando com um grande peso de sabedoria, tendo que ser exemplo pra todo mundo o tempo todo. Referencial pra tanta gente por fora e tão enrolada nos meus não-podes, nas minhas regras, sendo tão teórica e imaginativa.
Fiquei tão chateada, decepcionada.
Então escutei de um cara que Jesus estava mais triste que eu com essa enrolação, com essa teoria toda, com essa mania borderline de gostar de ficar mal, para mergulhar no mundo das ideias e criar algo filosoficamente aceitável que me fizesse pensar que tudo ficaria bem logo mais.
Pra quê? Pra quê?
Em um insigth instantâneo, entendi o que escuto há anos e nunca tinha percebido o quanto tudo é simples e fácil.
JESUS ME DESENROLOU!
As dúvidas e incertezas, confusões mentais e crises existenciais, medos e pesos se desfizeram diante dos meus olhos, ou melhor, dentro das minhas pálpebras mesmo. Já que a transformação interna deixou de ser falada e passou a ser sentida. Faz tempo que não me sinto tão tranquila diante do que antes me causava tanta tensão.
Agora já não quero ser um potencial. Quero ser. Só ser. Fazer acontecer... Fazendo. Acontecendo.